quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Clássico é clássico e vice versa #1

Parafraseando um jogador de futebol, dou início a mais um assunto aqui no blog: Clássicos. Não apenas clássicos da propaganda, mas marcas clássicas, slogans clássicos, produtos clássicos, posicionamentos clássicos e tudo mais que tiver de clássico no infinito mundo das relações entre produto x consumidor.

Para abrir a série um Clássico com "C" maiúsculo: Brastemp. Ela é um clássico da propaganda, do slogan, de produto, etc. E para atestar isso a empresa acaba de lançar uma linha retrô. A pedido de quem? Dos consumidores, a maior prova de que uma marca deixa de ser simplesmente uma nomenclatura de produto, para se tornar um ícone.

A inspiração para a criação dessa família partiu dos compradores de um frigobar colocado no mercado em 2007. Os consumidores sugeriram que a tendência fosse incorporada por outros itens.


O estilo vintage marca a linha que traz elementos do passado como o esquimó (um clássico, lembro dele na geladeira e no fogão da casa dos meus avós), mas com tecnologia avançada. Os produtos serão vendidos em lojas selecionadas e terão comunicação 360º, segundo a DM9DDB, agência responsável pelo lançamento.

"As cores estão associadas à irreverência e ao bom humor", conta Mário Fioretti, gerente geral de design e inovação da empresa. Mais para a frente, segundo a resposta do consumidor, essa cartela de tons pode ser maior.

Como a linha é especial, o tratamento no ponto de venda também será diferenciado, mas a companhia faz sigilo sobre a estratégia de comunicação, salientando apenas que ela será 360º, com investimentos em TV, mídia impressa e meios digitais, fora as ações em lojas ou espaços exclusivos. Para o anúncio da família de produtos, por exemplo, foi montado um evento em uma concessionária do Mini Cooper, em São Paulo.



Mas enquanto a agência prepara o lançamento dos produtos, vamos relembrar um outro clássico da Brastemp: a série de propagandas criadas pela Talent, no início dos anos 90, com interpretação da dupla de atores Wandi Doratiotto e Arthur Khol, entre outros.

Graças a campanha intitulada "Não tem comparação", a Talent conquistou os mais importantes prêmios da propaganda brasileira: Grand-Prix do Profissionais do Ano e do Prêmio Colunistas, e ainda três dos seis diplomas de ouro conferidos pelo júri do Anuário do Clube de Criação de São Paulo.

Uma campanha muito bem humorada, com um slogan que tornou-se bordão popular ainda hoje em evidência, e garantiu na época da veiculação a maior lembrança de mídia espontânea com 92% de "awareness" na sua categoria e reverteu a escalada da concorrência que através de preço baixo e (ou) modelos com design moderno ameaçava a liderança da marca Brastemp.

O grande mote da campanha é que não era preciso justificar a aquisição de uma Brastemp, afinal ela não tinha comparação. Uma sacada fantástica que remetia o consumidor para uma preferência, sem que se precisasse explicar ou enumerar razões de compra ou enfatizar qualidades.

Tudo era muito simples -- carcterística em comum de tudo que é clássico --, basicamente um sofá onde os personagens se revezam sentados de frente para a câmera falando diretamente com o consumidor.

Relembre!


Sugestão de outros clássicos? Deixe seu comentário!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Bluehost Review